24 mai
2012

Valor #3 Design de produto

Fiquei muito tentado a definir este terceiro valor como Design Gráfico — que foi a primeira ideia que me veio à cabeça. Contudo, com a internet não se pode mais deixar de pensar uma obra (ou uma boa obra) sem seu espaço on-line — seja uma página especial dentro do site da editora ou um hotsite especialmente concebido para o livro.

Se ficarmos no plano do design gráfico, lembraremos de alguns itens superimportantes quando se produz um título:

  • Formato (14 x 21 cm, 16 x 23 cm etc);
  • Propósito (está intimamente ligado ao formato, pois um livro em formato pocket pode ser carregado facilmente e lido em qualquer lugar, por outro lado, um livro de arte precisará de um formato bem maior para que as imagens possam ser “lidas” com facilidade);
  • Papel (tem-se dado preferência ao papel amarelado, pois reflete menos a luz, melhorando a qualidade de leitura);
  • Tipologia (a escolha do tipo é fundamental, bem como os espaços para respiro como entrelinha, margens e recuos. Quem já leu um livro “apertado” sabe do que estou falando. A leitura é mais morosa quando o projeto gráfico não ajuda);
  • Capa e acabamento (compra-se livro pela capa? Um pouco. Uma boa capa é também um bom início para que o livro possa vender bem. Atualmente, outros pequenos detalhes encerram o trabalho de concepção do livro como produto: há que se pensar o acabamento. O revestimento é fosco ou brilhante? Haverá verniz reservado? etc);
  • Website (em tempos de internet não há como não pensar em se criar um espaço on-line para a obra. Alguns sites chegam a ter fóruns, vídeos e todo tipo de espaço onde pessoas podem interagir e trocar informações. Essa comunidade que surge precisa desse ponto de encontro, e a obra precisa dessa comunidade para que sua vida seja longa).

So, what do you think?